Concept

Reabertura do comércio: veja como preparar o seu varejo para o aumento da demanda na flexibilização dos horários atuais do comércio.

Palavra-Chave: Reabertura do comércio.

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19, finalmente está ocorrendo a reabertura do comércio.

Este é um momento para que você, comerciante, possa continuar a realizar suas vendas, mas agora, no modo presencial novamente, contando ainda com os desafios e medidas de saúde para um público que se adaptou a realizar compras quase que exclusivamente on-line, mas agora pretende voltar a comprar também presencialmente.

Descubra as novidades e desafios desta nova fase e prepare-se para aumentar as vendas em sua loja.

🟣 A redução dos horários do comércio durante a pandemia 

A pandemia pelo Coronavírus chegou ao Brasil efetivamente no começo de março de 2020 e mudou totalmente a rotina de todos os brasileiros, trazendo muito aprendizado.

Os impactos na economia, entretanto, não ficaram só aqui: o mundo todo tem passado por uma intensa crise econômica, mudança de hábitos de vida e também de consumo.

De fato, todos os setores da economia foram afetados de alguma forma pela pandemia, porém, um dos que mais sofreu com o impacto das quarentenas foi o setor do comércio, acompanhado do setor de turismo e prestação de serviços, que também foram profundamente afetados.

Desta forma, o pequeno e médio empreendedor, foi totalmente impactado por essa crise, pois muitos deles não tinham um planejamento para o que viria a seguir.

Também não possuíam os mesmos recursos financeiros e de distribuição que os gigantes do mercado possuem. Foi um exercício de resiliência para “se reinventar” para que tudo continuasse fluindo como antes da pandemia. 

Então, se você está recebendo novos horários em sua cidade para a reabertura do comércio e sabe que isso exigirá um preparo do seu negócio, lendo esse artigo, veja como você pode se preparar para a reabertura do comércio de forma efetiva e segura.

🟣 O Jogo de cintura dos donos de negócio

Frente a todas essas dificuldades, os donos de comércios precisam encontrar formas  criativas para continuar vendendo, inclusive, levando em consideração todos os lockdowns e abre e fecha do comércio.

De certa forma, quem ainda  encontrava resistência para vendas on-line, precisou sentar e estudar sobre como colocar seu negócio na internet ou realizar a contratação de profissionais para este fim. 

Quem migrou para o comércio on-line também encontrou algumas dificuldades pelo planejamento e a logística de e-commerce e muitas empresas menores não conseguem dar conta da demanda, justamente pela falta de conhecimento, falta de planejamento e recursos para estar no mercado on-line.

Porém, um ano que prometia crescimento no varejo acabou se mostrando um ano extremamente difícil pois houve a necessidade de cortes e redução de quadro de funcionários, no mesmo período, principalmente no setor de serviços, bares e restaurantes.

🟣 Reabertura do comércio:

Com a retomada gradativa das atividades, ou seja, com a reabertura do comércio em todo o país, está sendo realizada aos poucos, agora que muitas pessoas estão sendo vacinadas em uma segunda dose, então, é hora de preparar a sua empresa para atuar dentro da nova realidade do mercado consumidor.

Uma boa notícia é que as pessoas esperam frequentar mais o comércio, realizar a compra do produto de forma presencial é claro, seguindo a risca todos os protocolos de saúde. 

Assim, para quem opera no segmento das lojas físicas, deverá continuar se preparando para lançar novas formas de atrair e sustentar a sua clientela, apostando na boa comunicação e continuar apostando nas redes sociais, mas também em ações na loja física, já que os fregueses da loja física sempre irão existir.

Segundo uma pesquisa realizada no final de setembro de 2020 pela Fecomércio-SP indica que, no estado de São Paulo, o crescimento de vendas on-line entre março e setembro do ano passado foi o maior obtido pelo setor em seis anos (2013-2019).

Desta forma, mesmo com a reabertura do comércio, a expectativa é que o e-commerce continue registrando ótimos índices de crescimento e até mesmo superiores ao do varejo físico. 

🟣 Veja como preparar o seu varejo:

Chegou o momento esperado: sua loja está voltando a atender presencialmente, então, é importante que você se lembre das seguintes recomendações:

🔴 Continuar disponibilizando álcool 70% para colaboradores e clientes;

🔴 Permitir dentro do espaço no máximo, uma pessoa a cada 7m² de área total, incluindo colaboradores e clientes;

🔴 Dar preferência para ventilação natural e evitar o uso de ar condicionado;

🔴 Disponibilizar lixeiras, que não precisem de acionamento manual;

🔴 Limpeza constante de superfícies, corrimões, maçanetas, balcões, calculadoras, caixas registradoras, aparelhos de telefone e máquinas de cartão;

🔴 Limpar produtos expostos em vitrines com álcool 70%;

🔴 Dar instruções sobre o uso correto de máscara para estar no ambiente e instalar barreira física entre colaboradores que atuam nos caixas e os clientes;

🔴 Sinalizar o distanciamento de 2 metros entre as pessoas.

Agora que você conhece os procedimentos para que possa voltar ao atendimento preferencial, com os devidos cuidados para a reabertura do comércio, conheça três tendências para você se preparar para o varejo do pós-pandemia:

◼️ Sobre Touchpoints Digitais

Com a liberação cada vez mais crescente das aberturas do comércio, as pessoas têm voltado a frequentar mais o comércio presencial.

Mas, ao contrário do que as pessoas imaginam, as compras on-line não devem acabar e nem o hábito de visitar o e-commerce das lojas, antes de ir pessoalmente no espaço físico.

Este comportamento foi avaliado pelo estudo intitulado “Guia de tendências pós-covid-19”, que apontou que 31% dos compradores planejam continuar comprando on-line, mesmo com retirada em loja próxima.

Na mesma pesquisa, inúmeros afirmaram que sempre conferem um item on-line, antes de se dirigir à loja física.

◼️ Contactless (Pagamento por aproximação).

A pandemia aumentou na sociedade o senso de proteção física, higiene e distanciamento. Por isso, o consumidor deve manter o uso da tecnologia “contactless”.

Que é o pagamento tradicional feito em dinheiro, pelo pagamento por aproximação de cartão e/ou utilizar terminais de autoatendimento e self-checkout. Segundo a Mastercard (operadora de cartões de crédito), 82% dos consumidores entendem a forma “contactless” como a mais limpa de pagar e 74% e tem planos de continuar realizando pagamentos sem contato direto no pós-pandemia.

◼️ Venda física diferente.

O varejo digital foi alto e veio para ficar, modificando a forma com que são feitas vendas. As lojas têm se tornado muito mais do que um simples espaço de venda.

São, neste período de pandemia e pós-pandemia, pontos de pick-up e centro de distribuição, tornando a gestão da loja mais flexível e com muito desafio.

Este tipo de vendas está realizando um serviço ao consumidor que busca pelo produto e por sua vez liberando o estoque da loja.

Desta forma se torna imprescindível que a equipe tenha facilidade para encontrar produtos, identificar as compras, tickets, realizar a recuperação de informações de estoque e finalizar pedidos, o que torna um varejo mais rápido e dinâmico.

Eis mais alguns dados para que você possa entender o mercado neste momento no qual vivemos. 

📱 83% dos consumidores afirmam esperar opções flexíveis no processo de compra, como a alternativa de comprar on-line e retirar na loja;

📱 No ano de 2020, 60% das interações junto as empresas foram feitas de forma on-line;

📱 47% dos compradores esperam continuar usando a opção de comprar on-line e retirar em loja;

Assim, para você estar realmente preparado para este novo modelo de varejo pós-pandemia, aposte em um sistema de gestão para que você possa realizar a gestão de sua empresa, de forma a ter valores e dados reais de estoque, de vendas e várias facilidades, como visualização de produtos de forma mais intuitiva, emissões de relatórios, controles financeiros, além de ter em mãos um software totalmente customizado para seu varejo.

Conte com o Pegasus Flex durante a reabertura do comércio pois, além do que foi citado anteriormente, nosso sistema conta com mais facilidades como backups pré-agendados de suas informações, bancos de dados multiempresas, apoio à gerência, contando com cálculo de estoque mínimo máximo, menus configuráveis dentre outras inúmeras facilidades!

Venha solicitar uma demonstração do sistema Pegasus Flex e esteja totalmente preparado para realizar mais vendas no pós-pandemia!

Este artigo ajudou você?

Deixe um comentário para nós, na caixinha logo abaixo.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O que achou desse post?

0 / 5. 0